origem
Sábado, 27 de Novembro de 2010

fanfic #7

Olá minhas queridas, nao tenho tido tempo para vir aqui peço desculpa, sem mais demoras aqui fica o capitulo 6, espero que gostem, comentem muito e deiam a vossa sincera opinião. Beijos e continuação de bom fim-de-semana.

Capitulo 6 / Until see you

Acordei, sentia-me feliz mas ao mesmo tempo nervosa, eram dez e um quarto da manhã, e, de caminho, Seth e Bianca, já estariam aqui para me vir buscar, tinha medo da reacção de todos eles quando me conhecessem, mas tinha de perder esse medo. Levantei-me, fui tomar um banho quente, custava-me bastante sair do banho, porque estava a saber-me mesmo bem, fui vestir-me, abri o meu guarda-vestidos e sentei-me na cama a olhar para ele, não sabia mesmo o que vestir, ia ser um dia de muitas emoções, e, como tal, tinha de me apresentar bem arranjada, após muito tempo a olhar para toda aquela roupa, decidi levar o meu vestido azul para sobressair a cor dos meus olhos, calcei os meus botins pretos com umas correntes, o meu colete de pêlo preto, estiquei o meu cabelo, estava bastante comprido, coloquei um pouco de gloss, rímel e eye liner, e, desci para tomar o pequeno-almoço. Quando entrei na cozinha, reparei que a minha Tia Zoey e o meu Tio Erik já se encontravam sentados na mesa á minha espera.

- Bom dia Tios. – Disse com o meu habitual sorriso.

- Bom, estás especialmente bonita hoje princesa, e com um brilho nos olhos fantástico. – Disse a minha Tia.

- Oh Tia, não comeces. – Ri-me. – Estou igual aos outros dias, só que hoje vou conhecer gente nova, lembras-te?

- Ah pois é, querida, os meninos vão-se babar por ti. – Riu-se.

- Pois vão minha menina, és linda, só podias sair aqui ao tio Erik.

- Oh, parem lá com isso, são só amigos, e sim Tio, de beleza sem dúvida alguma que saio a ti e á Tia. – Eu e a minha Tia rimo-nos. – Agora podemos comer?

- Claro que podemos princesa, come o que te apetecer. – Respondeu a minha Tia toda divertida.

- Obrigado, Bom Apetite. – Sem dúvida que hoje esta casa estava divertidíssima, os meus tios não paravam de rir e de pegarem um com o outro, é o amor, comi, comi, comi até não conseguir mais, até porque era melhor ir de barriga cheia, não sabia se iria gostar da comida de lá, ouvi uma mota a aproximar-se, era Seth, comecei a tremer de nervos, mas tinha de ir, tinha-lhe prometido.

- Tia, já vou, não sei se venho jantar, mas mais logo ligo-te.

- Está bem Querida, diverte-te. – Disseram os meus Tios em uníssono enquanto se riam, eles hoje estavam malucos.

- Obrigado, vocês são os melhores tios, beijinhos.

Abri a porta da rua, sai e fechei-a, quando cheguei á beira de Seth e o cumprimentei, ele olha para mim e diz-me:

- Estás simplesmente fantástica, fabulosa, o teu cabelo está lindo, e os teus olhos nem se fala, vais ser o centro das atenções esta noite Sara.

- Não me parece Seth, estou normal, estou é um pouco nervosa com tudo isto.

- Não estejas maninha, estás deslumbrante e tenho a certeza que todos vão adorar-te, vais ver e eles são todos muito simpáticos.

- Está bem maninho, se tu o dizes.

Enquanto a conversa prolongava com as parvoíces de Seth para tentar acalmar-me, falava-me dos nomes de cada um da Alcateia e de cada um dos Cullen, quem namorava, etc. , reparei que pelo que ele me dizia, apenas 3 da Alcateia é que se encontravam solteiros, Embry, Collin e Brady. Apesar de não me encontrar interessada em relacionamentos, fiquei a pensar como é que seria Embry, de repente, ouvi Seth chamar-me.

- Diz Seth! O que foi? – Fogo, não entendi porque berrava e se ria como um maluco.

- Estavas a dormir em pé Sara?! Não respondes. – Olhei para ele, e, desatei-me a rir.

- Não, não estava a dormir em pé, estava a pensar numas coisas.

- Pois, pois, numas coisas, conta-me histórias.

- Oh, a sério Seth, deixa-te disso, Parvo. – Rimo-nos os dois.

- Chegamos.

- Olá! – Disse uma rapariga deslumbrante, com uma enorme alegria, tinha o cabelo comprido e uns olhos lindos.

- Olá minha gente, esta é a Sara, é nova por cá, tal como já vos tinha dito. – Acrescentou Seth.

- Sim, nós sabemos ó rafeiro. – Desataram todos a rir, e, empurraram Seth para a beira da Bianca. – Olá Sara, sou a Alice.

- Eu sou o Jasper, bem-vinda. – Ele era um bocado esquisito, tinha um ar de sofredor, anyway. Logo, de seguida, entramos e deparei-me com muitas mais pessoas, pelos visto, hoje iria conhecer muita gente.

- Olá, sou a Bella. – Deu-me um beijo na testa e chegou-se para trás.

Uma menina pequena, veio a correr, agarrou-se a mim, peguei nela e disse:

- Olá pequena mais linda! Como te chamas?

- Mãe, já gosto dela, é fofinha e muito simpática. Chamo-me Renesmee, como já deves ter percebido, aquela é a minha mãe, a Bella, e o meu pai está ali, chama-se Edward.

- Olá. – Disse Edward.

Ele era o ser mais lindo que eu alguma vez tinha visto na minha vida, tudo nele atraia qualquer pessoa, o cheiro dele, os olhos, o sorriso, a Bella tinha muita sorte por ter um marido assim.

- Estes são os meus avôs, o Carlisle e a Esme. – Continua a Renesmee, era a menina mais doce que alguma vez eu tinha visto.

- Olá, sê bem-vinda Sara. – Disse-me Esme e abraçou-me, aquela gente era toda muito acolhedora, sem dúvida.

- Temos muito prazer em conhecer-te Sara. – Disse Carlisle, já o tinha visto no hospital, pois ele era médico.

- Só te falta conhecer o parvo do meu Tio Emment e a minha linda Tia Rosalie que estão ali, cheguem cá! – Renesmee chamou-os.

- Oh minha pequena traquina, porque me chamas? - Disse Emment, e, pegou nela ao colo, andando as voltinhas com ela.

- Tio, Tio, pousa-me, temos uma amiga nova, chama-se Sara. – Renesmee encontrava-se toda contente, ria-se imenso.

- Oh, UPS, desculpa Sara, sou o Emment, prazer. – Disse ele, todo contente, enquanto o ouvi sussurrar: mais uma para a família, Uau, que fixe!

- Eu sou a Rosalie.

- Olá a todos, obrigado por me receberem tão bem, são todos muito acolhedores! – e eram, bastante mesmo, apesar de que Rosalie parecia um pouco mais longe e desinteressada, não queria chamar-lhe antipática porque ainda não a conhecia bem, de qualquer maneira gostei muito de todos eles.

- Bem, Sara, anda agora conhecer os QUILEUTE, my brothers. – Chamou-me Seth.

Pois, tinha-me esquecido que ainda falta conhecer os lobisomens, são imensos, estava a ter um dia bastante interessante e com pessoas fantásticas.

publicado por Daniela Cristina's Diary às 17:39
link do post | favorito
De Rita a 28 de Novembro de 2010 às 00:26
gostei muito
isto cheira-me a romance sara - embry :b
lembras-te de te ter dito que também andava a escrever uma fic mas que não postava? também é com o embry
estou curiosa
o que será que vem a seguir?
adorei a renesme aqui, ela é mesmo fofinha
adorei
Beijinhos :)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31