origem
Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

fanfic #8

Olá meus amores +.+, este capitulo é pequeno como vão reparar, mas nao tive tempo de escrever mais, estou com uns problemas e é impossivel prolongar este capitulo. Mas, prometo que os proximos vao ser mais compridos :)

Obrigado por todo o apoio. Continuação de boa semana. BOM NATAL ! E BOM ANO NOVO ! beijinhos

 

Capitulo 7 / Until see you

- Olá, sou o Jacob. – Uau, ele era mesmo lindo, aquele corpo, e o sorriso, oh meu deus, paralisei mesmo.

- Olá Jacob, sou a Sara. – Sorri e tentei passar despercebida.

- Eu sou o Seth. – Rimo-nos os dois.

- Oh Seth, não sejas parvinho. – Ri de novo.

- Eu sou o Paul e este é o Jared. Sê bem-vinda. – Disseram em uníssono, rimo-nos todos.

- Muito prazer. – Disse eu.

- Olá Sara, eu sou o Sam.

- Eu sou a Leah, Olá. – Abraçou-me e sorriu.

- Sara, este é o parvo do meu primo, Quil. – Disse Bianca, rimo-nos as duas, enquanto Quil me disse “Olá” e deu uma chapada na cabeça da prima.

- Aquele ali á esquerda é o Embry, no meio é o Collin e á direita é o Brady. – Apresentou-me Quil.

Começaram a correr e chegaram a minha beira e disseram em uníssono:

- Olá Sara! – Rimo-nos todos.

- Olá. – Disse eu, enquanto trocava olhares com Embry, ele era simplesmente lindo, o corpo dele, o sorriso, o seu olhar era tão profundo, não reparei que toda a gente se encontrava a olhar para nós, tentei disfarçar.

- Continuando, obrigado pela simpatia a todos. – Sorri. E, começaram todos a rir-se da minha cara e da cara do Embry, estávamos mesmo atrapalhados, o Embry era irmão da Bianca, quando estive cá no ano passado soube que ela tinha um irmão mas nunca soube quem era.

- Porque que se estão a rir todos? – Questionei.

- Ela não deve saber Edward. – Respondeu Bella.

- Não sei o quê?! – Já não estava a perceber nada.

- Pois, parece que não sabe mesmo. – Riu-se e prosseguiu. – Eu consigo ouvir os pensamentos de toda a gente aqui na sala, quer dizer, todos excepto o da minha Bella. – Fiquei estupefacta, devia ser espectacular conseguir ler os pensamentos, mas porque que ele não conseguia ouvir os da Bella? Questionei-me pelo simples facto de ser esquisito, anyway.

- Oh, ah, pois, bem…Mas isso é fixe não? – Perguntei, admirada.

- Mais ou menos, em algumas situações é, mas por vezes torna-se cansativo.

- Pois, imagino. E és só tu que tens esses dons? – Estava curiosa.

- Não, a Alice consegue ver o futuro. – Explicou Edward.

- Pois, excepto quando entram aqueles cães. – Disse Alice, sorriu e abraçou-se a mim.

- Porquê Alice? – Perguntei.

- Não faço a mínima Sara, mas quando os lobisomens entram, eu não consigo ter a visão se eles tiveram presentes onde a visão sucede, para além de que as minhas visões podem mudar, se a pessoa decidir mudar o seu rumo á último da hora. – Explicou-me Alice.

- Ah, está bem Alice. É fabulástico os dons que vocês tenhem. – Disse eu, toda entusiasmada.

- O Jasper consegue acalmar os humores das pessoas. – Disse Alice.

- Pois consigo. – Disse Jasper, e deu um beijo a Alice.

-Fantástico. – Fiquei mesmo entusiasmada com tudo isto.

Desde que tinha entrado naquela festa não conseguia tirar o olhar de Embry e ele de mim, ele é perfeito, e a forma como me olha, ai, é tão querida!

publicado por Daniela Cristina's Diary às 20:42
link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31